7 Dicas para melhorar sua logística no Black Friday

Postado em 17/11/2017 às 16:15:30 - Logistica de e-commerce

7 Dicas para melhorar sua logística no Black Friday

O Black Friday, que iniciou no Brasil em 2011, vem se perpetuando como o principal calendário do comercio digital.


Neste ano, ocorrerá no dia 28 de novembro e se espera um aumento de 14% em relação ao volume de vendas ocorrido no ano anterior.


Este evento é uma ótima oportunidade de negócios e de vendas para a sua empresa, além de contribuir para identificar e fidelizar novos clientes. 


São vários os consumidores que esperam este momento do ano para realizar as suas compras, por isso ter em mãos uma boa estrutura logística é uma das melhores formas de garantir um bom aproveitamento desse evento.


Abaixo, seguem 7 dicas para obter os melhores resultados neste período.


 


1– Inicie com um bom planejamento


Uma boa operação de Black Friday deve começar com um bom planejamento prévio.


A loja virtual precisa fazer um estudo mercadológico para identificar quais produtos que deverão vender mais, quais terão a maior margem, quais devem receber maior destaque nas campanhas de marketing. É importante também analisar sua estrutura interna, como o número de pedidos que consegue processar, o número de visitantes que o seu site consegue suportar, além de mapear e contatar os fornecedores que estarão envolvidos em busca de possíveis gargalos.


Neste planejamento é importante também estudar o Código de Defesa do Consumidor e ajustar o site e o serviço de todos os fornecedores à esta legislação.


Por último, repassar a parte fiscal é importante para evitar transtornos nas emissões de NF ou nas vendas para diferentes estados com as mais variadas regras de ST ou ICMS.


 


2– Controle o Estoque


Um dos grandes erros é colocar na loja online uma quantidade de itens maior do que o estoque físico, gerando vendas em excesso que acabam se tornando pedidos atrasados, reclamações e até mesmo vendas canceladas e devolução de dinheiro.


Um bom software de controle de estoques faz toda a diferença nesta etapa. Caso sua empresa não possua um WMS implantado, ou não tenha um estoque físico e fiscal alinhado, sugerimos realizar um inventario físico antes do inicio das campanhas.


Neste inventário é possível identificar os produtos com grade quebrada, ou com baixo giro, e priorizar os descontos nestes itens.


Em cima dos dados de estoque, e do estudo mercadológico, o setor de comprar poderá se preparar para repor rapidamente os níveis normais de estoque ao fim da Black Friday, mantendo o site ativo mesmo nas semanas que seguem ao evento,


Em caso de logística terceirizada, vale informe seu operador e sua transportadora sobre as suas expectativas para a Black Friday, e a relação dos produtos que devem ter maior saída neste período.


Um bom operador pode antecipadamente posicionar os produtos de acordo com a curva ABC, colocando os itens de maior movimentação mais próximos das docas ou abaixo nas posições porta pallet, enquanto os itens de menor movimentação ficam mais ao fundo ou em posições superiores nos racks.


 


3– Foco na contratação do transporte


É interessante oferecer mais de uma forma de entrega, para atender os clientes que aceitam prazos maiores de recebimento tendo como contrapartida um frete mais baixo.


Em caso de campanha de vendas com frete grátis, é preciso planejar bem para evitar prejuízos.


Esse é o momento para contar com um serviço comprometido de transporte. Procure contratar transportadoras que se mostrem abertas a negociações, que sejam flexíveis e comprometidas para entregar os produtos no prazo e com a segurança necessária.


Para aprimorar ainda mais o fluxo de entregas, conte com empresas que investem em tecnologias, como o rastreamento e monitoramento das cargas. Informar o consumidor sobre o status do seu pedido em tempo real é certamente um diferencial.


Outro ponto, é preparar uma tabela de fretes que abranja várias localidades não só da sua região ou das principais capitais.  Reflita também sobre a opção de abrir o leque de parceiros e contar com transportadoras ainda mais competitivas e especializadas para determinadas cada região.


 


 4- Atenção com as embalagens


Outro ponto de atenção é no cuidado com o empacotamento. Muito além de uma simples caixa bonita, a embalagem deve assegurar que o produto chegue sem danos ou avarias às mãos do cliente. Assim, você oferece uma boa experiência de compra, transmite uma imagem profissional do seu negócio e ainda evita despesas com trocas e devoluções.


Apostar em pequenos mimos como borrifada de perfume nas caixas, envio de cartas com mensagem ao consumidor, e outras pequenos mimos dentro das embalagens fazem toda a diferença na fidelização do cliente.


Uma boa dica para quem tem estoque próprio, é aproveitar os dias anteriores ao Black Friday para deixar embalagens montadas, prontas para serem utilizadas assim que as vendas começarem.


 


5- Cuidado com a logística reversa .


Um aumento das vendas gera invariavelmente um aumento das devoluções. A logística reversa, como é chamado esse processo, envolve devolução de produtos defeituosos, trocas, ou mesmo produtos que o cliente desistiu da compra.


Segundo o Art. 49 do Código de Defesa do Consumidor, o cliente pode desistir da compra e devolver o produto mesmo 07 dias após recebe-lo. Este é o chamado ‘’prazo de reflexão’’, que é garantido para compras no e-commerce ou contratos assinados fora do estabelecimento de venda.


Um bom programa de logística reversa fideliza o cliente. A coleta de produtos e entrega de novos rapidamente diminui a frustração do cliente e melhora a experiência de compra.


A empresa precisa deixar claro no site seus procedimentos de troca e devolução. Diferentes formas de coleta podem ser feitas, destacando principalmente as coletas no local, coletas com hora marcada ou devolução em pontos de coleta pré-definidos.


Lembrando que de acordo com o código do consumidor, todo o custo relacionado a esta devolução é por conta do vendedor, e este valor deve ser considerado no planejamento financeiro da empresa.


 


6– Analise o tempo de expedição


Muitos não consideram o tempo de separação, embalagem e expedição que aumenta exponencialmente por conta do volume de vendas durante o Black Friday.


Converse com seu operador logístico. Operadores normalmente trabalham em horários diferenciados neste período para dar conta da demanda.


Se você tiver estrutura própria simule e calcule a quantidade de pedidos que consegue expedir por dia para ver se não precisa contratar trabalhadores temporários.


  


7– Não menospreze a importância de um bom pós – venda


É importante que o cliente consiga acompanhar o rastreamento de onde está a mercadoria.


Uma politica de transparência com o consumidor reduz a ansiedade dele at;e a chegada do produto.


Informar o cliente por mensagens o status do seu pedido pode inclusive reduzir as tentativas frustradas de entrega, evitando custos extras de transporte.


Um e-mail dias após o recebimeno, perguntando sobre a experiência do cliente com o produto e com a entrega, são importantes para demonstrar cuidado com o cliente, e identificar pontos importantes para ajustar nas futuras operações.


 


A PlatinumLog trabalhará com horário diferenciado na semana do Black-Friday. Se você possui uma empresa de comercio digital, e pretende se preparar para as operações dos próximos anos, nos procure e saiba mais sobre nossas soluções.


 


 



 


Fonte: Gustavo Bissacotti Steglich - Diretor Administrativo - Platinum Log Armazéns Gerais